Estudo nº 2

"Três Estudos em Forma de Sonatina Op. 62" (Oscar Lorenzo Fernandez), composta em 1938 essa peça é uma das obras mestras do repertório brasileiro para piano. Apesar de produzida sob orientação nacionalista, seus temas foram elaborados sem qualquer referência direta ao nosso folclore, muito em comunhão com o estágio que Mário de Andrade denominava "Inconsciente Nacional." São estudos virtuosísticos, mas não deixam de constituir uma verdadeira sonatina em três movimentos. Foram transcritos para quatro naipes de violão por Fábio Adour.

Musica: