Luciano Camara

Nascido no Rio de Janeiro, iniciou seus estudos musicais e de violão clássico e flamenco com Mara Lucia Ribeiro na Escola de Música Villa-Lobos (EMVL). Na EMVL foi integrante da Orquestra de Violões Villa-Lobos sob a regência de Henrique Lissovsky. Também teve aulas de violão clássico com Graça Allan. Participou de workshops ministrados pelos violonistas Marco Pereira (violão popular solista) e Fernando de La Rua (guitarra flamenca solista). Estudou guitarra flamenca em Madri, com Antonio Sanchez, com Jose Manuel Montoya (na Fundación Conservatorio Flamenco Casa Patas) e com Jony Jimenez na escola Amor de Diós, referência entre os praticantes do flamenco.

É mestre em Musicologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), mesma instituição onde graduou-se bacharel em Música Popular Brasileira - Arranjo Musical. Atua como violonista, compositor e arranjador.

Além de integrar a Camerata de Violões, faz parte do Grupo Água Viva, septeto de música popular contemporânea que tem como base  a música instrumental e a canção brasileira, com o qual gravou um CD, com as colaborações de artistas como Bibi Ferreira e Itiberê Zwarg, e foi vencedor do IV Concurso das Rádios MEC e Nacional (2012) como melhor arranjador.

É diretor musical da Companhia Folclórica do Rio de Janeiro - UFRJ, grupo artístico de pesquisa e divulgação da cultura popular brasileira constituído por professores, funcionários e alunos de diversas unidades da Universidade Federal do Rio Janeiro.

É diretor musical da Companhia de Arte Flamenca, projeto que trabalha a música flamenca e seu baile sob uma ótica contemporânea e com fusão de elementos musicais brasileiros, onde também atua como guitarrista flamenco ao lado de renomados artistas do estilo, como Carmen La Talegona, Domingo Ortega, Inmaculada Ortega, Juañares, entre outros. De 2008 a 2009, foi guitarrista flamenco convidado na fundação Tiempo Iberoamericano, no Japão.

Diretor musical da peça Passarinho à toa, do grupo teatral Os Tapetes Contadores de Histórias, sobre a obra do poeta brasileiro Manoel de Barros e com trilha original composta pelo Grupo Água Viva. Participou como músico em diversos espetáculos teatrais, como: O Grande Circo Místico, Antonio Maria - A noite é uma criança, Marília Pêra canta Carmen Miranda e no infantil Nicolau Grande e Nicolau Pequeno.

Foi membro da Itiberê Orquestra Família por oito anos, desde a sua fundação (2001), tocando violão de seis e sete cordas, cavaquinho, guitarra elétrica e percussão, com a qual gravou dois CDs. Neste período, além do trabalho com o compositor Itiberê Zwarg, atuou nos palcos ao lado de grandes nomes da música instrumental, como Hermeto Pascoal, Yamandu Costa, Vinícius Dorin, André Marques, Jovino Santos Neto, e gravou um CD da renomada cantora argentina Liliana Herrero.

 

DISCOGRAFIA

2001 - Pedra do Espia - Itiberê Orquestra Família - instrumentista - Jam Music

2005 - Calendário do Som - Itiberê Orquestra Família - instrumentista - produção independente

2008 -  Igual a mi corazón - Liliana Herrero - instrumentista - S-music

2011 - Mundo ao revés - Grupo Água Viva - compositor, arranjador e instrumentista - Bolacha Records

2013 - Siqueira Entre nós - Wellington Monteiro e Pedro Cantalice (produtores) - arranjador e instrumentista - produção independente

2015 - Suítes do Brasil - Camerata de Violões - instrumentista - produção independente

e-mail: lucianocamara.br@gmail.com